sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Paes e Urubu Clã - Brisa (2008) + Paulo Paes - Demo (2007)


Para fazer o download dos discos, clique na imagem central.


Para fazer o download dos discos, clique na imagem central.




MySpace

Descobri esse grande artista Pernambucano de uma forma bastante casual, no meio do ano passado. Dando uma olhada na seção de música brasileira da livraria Cultura, encontrei o EP Brisa, um pouco escondido. Curioso, fui ouvir. Surpreende-me quando percebi que já tinha escutado a música "Ainda Que Bela Fosse" em algum lugar. Um amigo tinha me mostrado há algum tempo, dizendo que Paulo Paes tinha estudado na escola Recanto, que o conhecia. Tinha o primeiro EP no computador. Comprei mais pra mostrar o "novo" trabalho do cara pra esse amigo do que pra outra coisa, mas o disco, por muito tempo, esteve presente em minha vida. Tratam-se de belíssimas canções, que, infelizmente poucos conhecem, até pela pouca quantidade de shows que Paes faz em Recife e pela divulgação quase nula - Em tempos de internet, somos bombardeados por propostas sonoras o tempo todo, mas Paulo ainda não utiliza essa ferramenta com afinco. Espero realmente que vocês baixem, divulguem e esperem por shows do cara, que deve estar lançando outra bolacha em breve.

Release:


Paes é instrumentista, compositor e cantor. Sua relação com a música se iniciou ainda na infância, nos blocos de carnaval e maracatus nas ruas das cidades de Recife e Olinda e nas audições freqüentes de discos em vinil tocados pelos seus pais
Após este período, estudou música nas escolas Minami e Salesiano, vindo a se especializar em teclado e baixo elétrico
Durante esta época, formou grupos de música pop/experimental com influências do jazz americano e de ritmos de origem nordestina, o Ivete Fubá, o projeto Três Kadeiras e o quinteto Dyamundo
Depois de fazer uma série de shows pelos circuitos estudantis e independentes da região, descobriu no violão a melhor forma para compor suas músicas autorais, antes instrumentais e finalmente suas canções
Em 2007 finalizou o elogiado EP "Paulo Paes", onde registrou em estúdio seis composições de sua autoria, acompanhado de uma banda formada por músicos de diferentes gerações e cenas do estado de Pernambuco, da qual fazem parte Sidclei (Isaar/Ticuqueiros): bateria e percussão, Lito (Isaar): baixo e Claudio Xêro de Côro: guitarra. As participações ficaram por conta do cantor e compositor Tiné, do cantor Maneco Baccarelli e do poeta Miró. O trabalho foi lançado em um show na Livraria Cultura Paço Alfândega no mesmo ano, dando iníco a uma série de apresentações
Em 2008, assina parceria de um ano com a produtora Sofia Fomento Cultural com a qual lança o EP "Brisa" com a Urubu Clã, banda que lhe acompanha nas apresentações e em discos, hoje formada por Hugo Gila: baixo elétrico e Raphael Beltrão: bateria (Orquestra Contemporânea de Olinda) e Viola Luz (Dona Cila do Coco): percussão. Dá início a temporadas de shows pelo estado e procura captar fundos para gravar seu primeiro CD, cujo repertório e o planejamento já estão prontos."

Tracklist (Demo):

1 - Te Confesso
2 - O de Mais Valia
3 - Continuidade
4 - Ainda Que Bela Fosse
5 - O Corpo Sem Órgãos
6 - EuTrem

Tracklist (Brisa):

1 - Me Perdoa
2 - Brisa
3 - Ainda Que Bela Fosse
4 - Ver o Mar
5 - Te Confesso
6 - EuTrem
7 - Samba em Harmonia
8 - Heart Attack Sessions I
9 - Heart Attack Sessions II
10 - Samba em Harmonia (Demo Ao Vivo)

3 comentários:

Mariana disse...

pooo
clico no meio, embaixo, em cima, do lado direito, lado esquerdo...
e nada de link pra download

=(

Anônimo disse...

clique na foto dos meninos sentados no chão. estou conseguindo baixar normalmente aqui. valeu o post! ótimo som!

Nilo Sergio Monteiro disse...

Esse Paulinho tem muito talento, muita leitura e é um cara antenado com a cena geral, não só musical. Desde muito cedo ficava no meu pé curtindo os sons que eu ouvia, dos clássicos, a MPB, Rock Naiconal e sobretudo soul,blues e jazz americanos. Talvez tenha vindo dai seu início. Logo cedo quis aprender a tocar teclado e compramos o primeiro para ele em São Paulo numa viagem de férias que fizemos. Fez escola, depois passou para a guitarra quando formou seu grupo de Rock de garagem e saiu tocando em tudo que era festinha. Inflûencia dos Beatles, Roling Stones, The Hho por ai. Deus um passeio pelo baixo mas foi com o violãoque descobriu a sonoridade para suas composições. A banda Urubú Clã alçou alguns vôos e os Cds produzidos foram e são elogiados. Fez uma temporada de um mês em balneario na Argentina e na Casa de Cultura da cidade onde ficaram.Os jornais teceram elogios ao som do grupo formado naquela ocasião. Assim vai compondo, escrevendo (é poeta, tinha que ser não?)e desenhando. Mas falta organização e produção, minha opinião é que se perde em acompanhar a "cena" de outros, de amigos em reuniões de grupos. Inclusive no cotidiano. Tem que focar e focar imprimir profissionalismo ao que faz. Indiscutível talento, mas deixe um pouco a teoria e aproveite os ensinamentos do curso de gerenciamento que participou pra bombar! Ah! sou fã dele, e o pai!